Archive for junho \24\UTC 2009

The Story of Stuff

24 junho 2009

The Story of Stuff

Um recadinho ecológico pra quem gostar de comprar…
 
Não sei quantos de vocês já assistiram esse vídeo, mas acho ele muito interessante. O título é “The Story of Stuff”, e assim como o título ele é todo apresentado em inglês…sorry! Para a nossa alegria, para aqueles que precisarem e quiserem, o site também disponibiliza legendas em português, yes! Basta descer um pouco a barra de rolagem do site até um pequeno quadrado laranja no qual está escrito “Other languages?” e clicar.. as opções irão aparecer 🙂
 
Nele Annie Leonard  fala um pouco sobre o mundo consumista em que vivemos e procura passar um pouco de consciência sustentável àqueles que gostam de fazer umas comprinhas semanais “básicas”. Leonard é diretora deste projeto e já participou de vários outros grupos de proteção ambiental, entre eles o Greenpeace Internacional. Esta escritora engajada já viajou mais de 40 países, nos quais tem testemunhado as realidades que apresenta no vídeo.
 
O site é www.storyofstuff.com

Well..enjoy it!

Cânticos de Experiência

12 junho 2009

namorados
Eu sou do meu amado, e ele tem saudades de mim. Cantares 7:10

O Cântico de Salomão é um inspirado cântico de amor. Ele fala do compromisso do amor. O amor não é uma emoção sentimental baseada na atração física. Não é um sentimento superficial centralizado no exterior. O amor é um compromisso duradouro baseado no caráter do outro. O amor é uma tração divina entre dois indivíduos.

O amor é apaixonado com respeito a quem se ama. O amor nunca será casual, complacente ou passivo. O amor é sempre ativo, sempre em busca.

No Cântico dos Cânticos, a pessoa apaixonada canta: “Encontrei logo o amado da minha alma; agarrei-me a ele e não o deixei ir embora.” Cantares 3:4. “O meu amado é meu, e eu sou dele.” Cantares 2:16. O amor genuíno e autêntico é um compromisso apaixonado com o ser amado. Essa paixão, esse compromisso, essa dedicação caracterizam todo o cristianismo genuíno. Cristianismo genuíno não é algo artificial. É uma experiência real com Jesus. É possível ter a “forma exterior sem a paixão interior”. Hoje, Deus está nos chamando para uma experiência interior, de coração, com Ele.

Entre os anos 500 e 700 d.C., a igreja irlandesa era sinônimo de fervor espiritual. Os primeiros cristãos celtas enfatizavam a presença de Deus na vida deles. Seus hinos e poemas refletem sua profunda piedade e seus encontros pessoais com Deus. As orações desses primeiros celtas cristãos revelam a possibilidade de haver um relacionamento amoroso, uma real amizade com Deus.

Por amor ligado a nós, Deus deseja nossa afeição. Ele deseja nossa amizade. Ele nos chama para o cristianismo autêntico. Nas palavras do antigo hino celta: “Sê Tu minha visão, ó Senhor do meu coração; nada me salva, a não ser Tu; de dia e de noite, Tu és o meu melhor pensamento; ao levantar e ao deitar, Tua presença é minha luz.”

Salomão estava certo. O amor não nos permite outra escolha senão sermos apaixonados por aquele a quem amamos. Nós O desejamos, Ele nos deseja. Estamos contentes com Ele e Ele está contente conosco. Somos Seus féis amigos agora e por toda a eternidade.

Mark Finley – Sobre a Rocha

O Menino Cowboy

5 junho 2009

Algumas sextas atrás, nosso amigo Caio Wallauer, aqui de perto que veio de tão longe, uma certa igreja chamada Floresta, nos mostrou um vídeo durante o culto de pôr do sol. É a história de um menino único e especial que através de seu relacionamento com Deus, cativou, instruiu e constrangeu milhares ou milhões de pessoas por todo o mundo. Cativou, porque uma voz tão suave de criança proferir palavras tão sábias é muito emocionante. Instruiu pela experiência própria, sua dor e compreensão de uma verdade eterna. E finalmente, constrangeu todas as pessoas que tem talento e conhecimento, mas que não se importam em dividir suas experiências mesmo com os mais próximos. O que dirá de ligar para uma rádio ao vivo.